Translate

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

As grinaldas entre os 2 Continentes



As grinaldas BY BELI aqui são uma novidade acabadinha de chegar entre Portugal e o Brasil.
"Não existe altura certa para se ser feliz. Não existe altura certa para sonharmos. Não existe altura certa para sermos princesas de um conto de fadas. A magia é feita por nós e a imaginação tem o céu como limite. Aqui, na terra, pequenas coisas nos fazem ser : felizes, sonhadoras e princesas. Queremos sempre algo único, incomparável e só nosso. Algo que nos personalize, qu...
e através de uma cor, forma ou cheiro marque o que somos. O mundo está cheio de pormenores, são os pormenores que fazem um todo e criam a nossa imagem.

Neste projecto, quis que cada uma pudesse ter essa oportunidade de se recriar, através de um pormenor : as grinaldas. Algo visível que enche a nossa cabeça de sonhos e nos faz sentir diferentes. Cada uma é feita com o toque de quem a quer ter. Feitas à mão e pensadas em especial para cada pessoa que a quiser, vai ser um pormenor que vai fazer a diferença. Sejam felizes, sonhadoras e princesas, tudo pode começar com o "enfeitar da nossa mente" usando a grinalda."


 

 


sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Crumble - a receita da pausa

 
Para alguns um dos maiores prazeres da vida é comer.
Para outros é assentar arraiais na cozinha e dar asas à imaginação.
Aqui se encontra a ligação entre este prazer e o de colecionar bocados de tecido e de linha.
Quando as pausas surgem, ás vezes dá tempo para ir até á divisão mais temida da casa e olhar para o que temos na despensa.
As maçãs por aqui continuam a abundar. São daquelas que não levaram químicos e por isso melhores ainda. O crumble é sempre bem vindo e toda a gente cá de casa aprecia. Este é simples, sem dificuldade e tão mas tão saboroso.
As maças são cortadas finamente e colocadas num prato que possa ir ao forno e que sirva também. São polvilhadas com açúcar amarelo e canela e cobertas com uma mistura de manteiga, farinha integral e açúcar.
Acompanho com o meu iogurte grego...
E assim ganho forças para continuar mais um projeto!
 
 
E receber flores que acompanham o lanche?
Adoro alfazema. Gosto da cor, do cheiro nem se fala.
Perfuma-me a casa e sente-se na rua. Quando secam continuam a ficar bem por esta casa.
 
 


A vida quer-se leve

 
 
 
No dia em o Algodão Doce nasceu, inspirei-me em coisas que achei serem do mais doce que existe.
Um doce sem ser enjoativo, normalmente é assim que gosto de saborear a gula.
Vieram-me muitas ideias á mente. Os meus momentos mais saborosos passavam pelo nascimento da minha filha.
Lembrei-me logo do branco do meu chocolate preferido e da brilhante combinação dos morangos, a minha fruta de eleição.
Mas depois lembrei-me também da sensação de leveza que senti quando a tive nos meus braços...foi comer um algodão doce de olhos fechados.
Nasceu assim este amor.
Chamo-lhe o puff mais leve. E é.
Porque me transmite tudo o que de melhor sinto.
Quando estamos bem connosco e com os outros é assim que nos devemos sentir.
Para o lembrar, não fiz um bolo nem apaguei velas.
Deliciei-me com um iogurte de frutos silvestres cremoso, salpicado de umas amêndoas laminadas e levemente tostadas no forno.
Matei a gula por hoje.
 
 
 
 
My Pinterest #
 
 
 








quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Planos diários

Acordar cedo.
O relógio marca 7,30.
Durante a semana depois de deixar a minha filha na escola, mergulho nas minhas ideias.
Normalmente surgem de noite, naquele sono meio acordado!
Traço um plano diário. Ás vezes a compra de materiais, outras as encomendas para colocar no correio.
Só sei que os dias nunca são iguais e gosto tanto desta desigualdade.


Quando tenho tempo costumo tomar a 1ª refeição do dia na minha pastelaria favorita. O mesmo de sempre. Um croissant simples e um leite com chocolate quente.
O relógio quase nunca o uso mas este adoro. Em ocasiões especiais merece ser colocado.
(Lanidor)
Serve para me controlar do tempo que parece nunca chegar.
Ás vezes, num dia, a maioria dos dias, só consigo dar vazão a uma encomenda.
É um trabalho moroso. Contudo dá-me imenso prazer.
Quando as peças são deixadas à minha criatividade assumo uma culpa enorme.
Foi o caso desta.

Costuma ser assim, a confiança que me depositam deixa-me sempre nervosa.
Afinal é o nosso gosto, transparente em cada peça, as nossas particularidades e emoções.
Vai um pouco de nós em cada trabalho.
Apegamo-nos a eles.
 
 
 
 
My Pinterest #
 
 
 
 



quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Le naturel


Bem vindos à nova página Missanga - o blog!
Aqui vou dar seguimento ao projecto que foi iniciado no Facebook e que tão acarinhado tem sido.
Vou juntando imagens que adoro e que fui ao longo dos anos colecionando. Decoração, comida, estilo e imagem...vou tentar seguir os padrões da cor e juntando as minhas peças com outras que vou encontrando e fotografando por ai.
Faz 6 meses que comecei estes trabalhos manuais.
Têm sido meses de inspiração, de sede de aprender novas técnicas e convívio com pessoas sénior que me têm ajudado a trazer de volta as artes de outros tempos.
Pratico o croché e o tricot, juntando a costura.
Trabalho com materiais 100% Portugueses e faço questão de ser sempre eu a executar cada pormenor.
 
Gosto do naturel (natural).
Aquela cor que parece que nunca foi trabalhada. Bruta, crua e selvagem.
Aplico-a aqui nas Almofadas Terra, com apontamentos suaves de uma cor que condiz - Coral.
Em casa, abuso nos utensílios de madeira. Estes são da Area, Gato preto e Ikea.

 
 
 
Este espelho, apaixonei-me por ele assim que o vi. Num quarto grande com cerca de 50m2 não se destacava mais nada. Nem era preciso.
Madeira bruta, sem tratamento.
Á venda na loja Planete deco.
 


My Pinterest #

 

Ocorreu um erro neste dispositivo